sábado, 4 de março de 2017

Revista Força Aérea

Em 2017 começo a contribuir para a Revista Força Aérea. Como primeiro trabalho ilustro uma importante matéria histórica sobre a participação dos nossos caçadores no exercício Tiger I, em Porto Rico, em 1994.



SH-3B Seaking - Marinha do Brasil

SH-3B Seaking - Marinha do Brasil - 2002


terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Mirage 2000, o delta provisório da FAB

Entre a retirada de serviço dos Mirage IIIE/DBR das fileiras da FAB em 2005 e a dotação do Esquadrão Jaguar com caças F-5EM/FM, em 2014, o 1º Grupo de Defesa Aérea (1º GDA), estacionado na Base Aérea de Anápolis, em Goiás, voou caças franceses Mirage 2000 nas versões B e C.

O esquadrão voou estas aeronaves - denominadas F-2000B e F-2000C na FAB - entre 2006 e 2013, quando foram retiradas em serviço.

Abaixo seguem perfis dos dois modelos, um monoplace na versão Charlie e outr biplace, na versão Bravo.

Mirage 2000C do Esquadrão Jaguar, baseado em Anápolis, próximo a Brasília.

Mirage 2000B pertencente ao 1º GDA.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Hataka Hobby e novos sets de tintas para modelos da FAB

A Hataka Hobby, fabricante polonês de tintas acrílicas para plastimodelismo, recentemente lançou uma nova linha de conjuntos de tintas para modelos da Força Aérea Brasileira. O primeiro set é o Modern Brazilian AF Paint Set Vol.1, com cores para aviões em cinza, cinza sobre cinza e os atuais cinza e verde, e Modern Brazilian AF Paint Set Vol.2, com cores para nossos Mirage III e Mirage 2000. Meus perfis ilustram as caixas dos sets.

Finalmente os plastimodelistas terão mais opções de qualidade para finalizar seus modelos nas cores da nossa venerável Força Aérea.

domingo, 30 de outubro de 2016

O F-5F Tiger II na Força Aérea Brasileira

Este post é dedicado a uma das aeronaves quer mais gosto. Na verdade, dedico à variação que mais gosto de uma das aeronaves que mais admiro: o F-5F Tiger II, a versão biplace do venerável Tigre da Northrop.

A FAB recebeu inicialmente quatro dessas aeronaves no final dos anos 80. Em 1996 a aeronave 4809 sofreu um acidente que provocou a perda total da célula e ocasionou a morte do piloto.

Os quatro F-5F vieram pintados no cinza de superioridade aérea padrão da USAF (ADC Gray - FS 16473) e estavam baseados no 425th TFTS, em Williams AFB.

FAB 4809 ainda nos Estados Unidos, já "separado" em Williams para ser enviado ao Brasil. Os F-5F voaram com esta pintura por algum tempo antes de serem repintados. Notar a cabeça de tigre na parte móvel do estabilizador vertical do caça. (Foto: aircraftslides.com)
F-5F USAF 30074 que posteriormente se converteria no FAB 4807 ao chegar no Brasil em 1989.

Cor das aeronaves recebidas da USAF em 1989. O acabamento era brilhante,
representado pelo código "1" no padrão Federal Standard 595
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...